Desafio

Como assegurar a confiabilidade do inventário de carvão vegetal nos silos da SINOBRAS?

Buscamos automatizar o levantamento do volume de carvão vegetal existente em estoque nos Silos, levando em consideração as variáveis do carvão como umidade, percentual de moinha (finos de carvão) e atiços (madeira mal carbonizada).

Objetivo: buscar/desenvolver um sistema e ferramenta de medição que possa realizar o levantamento do volume de carvão vegetal existente em estoque (silos) de forma automatizada, se possível levando em consideração as variáveis do carvão como umidade, porcentagem de moinha e atiços.

Direcionamento: realizar o levantamento do estoque de carvão vegetal nos silos de forma automatizada, visto que atualmente o processo é realizado de forma visual, considerando a cubagem construída dos silos; integrar o inventário físico realizado por meio de medição in loco com o inventário contábil feito pelo SAP; realizar um processo de medição do carvão nas células, que considere a variação do percentual (exemplo: % de moinha e umidade); retirar a atividade das mãos dos colaboradores, eliminando erros de medição.

Benefícios esperados: garantir a confiabilidade do inventário de Carvão; mapear as variáveis que impactam no estoque do carvão, tais como: moinha, umidade; eliminar paradas não programadas por falta de carvão, em função da baixa acuracidade do estoque de carvão; automatização da atividade; eliminação de exposição do colaborador durante a realização do inventário.

Compartilhar:

outros
desafios