Desafio

Como otimizar o processo de recebimento, classificação de biorredutor: volume (mdc) e qualidade?

Temos o objetivo de otimizar o processo de medição e monitoramento da classificação das cargas e descargas do biorredutor na SINOBRAS, proporcionando mais agilidade ao processo com a utilização de recursos mais modernos para identificação de cubagem (mdc), percentual de umidade, densidade (kg/mdc), impurezas como atiços (madeira pré-carbonizada) e moinha (finos do carvão vegetal).

Objetivo: otimizar o processo de medição e monitoramento para a classificação da carga do biorredutor, proporcionando mais agilidade ao processo com a utilização de recursos mais modernos para identificação de impurezas (atiços e moinha).

Direcionamento: monitoramento ágil das cargas de biorredutor na Sinobras; empregar indicadores de qualidade (volume de atiços, volume de carvão recebido, volume de moinha, densidade kg/m3, carbono fixo, %percentual de umidade); utilizar tecnologias e métodos de medição e monitoramento.

Benefícios esperados: obtenção de dados eficazes em tempo real para otimização nos processos da descarga de carvão; controle de qualidade do biorredutor recebido, no qual possa obter indicadores deste produto em tempo real e de forma eficaz; credibilidade e confiabilidade dos fornecedores nas medições realizadas; eficácia na medição automática das cargas de biorredutor; agilidade no processo da descarga do carvão; rastreabilidade do produto recebido; parametrização dos indicadores para elaboração de relatórios automáticos.

Compartilhar:

outros
desafios